sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Deus não une pessoas, mas propósitos

Ouvi dizer que só valorizamos quando perdemos. Pensei, pensei e orei: quero amar como se tivesse perdido, olhar como se nunca tivesse visto e voltar, como se nunca tivesse partido. - Abner Santos


Há poucos dias eu estava orando por um familiar meu e minutos depois ele me chamou pelo telefone, sem saber da minha oração, e disse:
- Ore por mim para que Deus abra as portas e meu casamento aconteça. Está difícil! - Isso já era madrugada. 
Percebi a ansiedade e, como eu havia meditado na Palavra de Deus, respondi: -  O coração do sábio sabe quando e como fazer. Se Deus confirmou que é ela, amém! Mas, será que esse é o tempo certo? Orem juntos para que o Senhor trabalhe em vocês e no momento certo as coisas fluirão. A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável...Mais ou menos isso que conversamos.   

"pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres." Tiago 4.3

Há muita ansiedade na igreja devido a pressão. A maioria já casou ou namora para casar. E isso deixa os solteiros preocupados. Às vezes o desespero é tanto que ele (ela) deseja casar para atender depressa suas necessidades sexuais. Triste e verdadeiro!
Eu estou solteira, ainda. Entendo a pressão da família (não é fácil), dos amigos, da idade que não para de avançar, a necessidade do nosso corpo - o sexo foi criado por Deus, mas é abençoado quando acontece no casamento. 
Percebi que Deus une propósitos, não corpos somente. Até porque quando os dois se tornam um, ocorre a união por inteiro. Você não casa com uma pessoa, apenas. Você casa com um histórico de passado (traumas, decepções, raízes...), presente e futuro (objetivos individuais). 
No anseio de alterar o estado civil alguns solteiros (divorciados, viúvos) só enxergam o momento presente.

"Andarão dois juntos, se não houver entre eles acordo?" Amós 3.3

Casamento é coisa séria, dá trabalho e precisa da disposição de ambos para que dê certo. Por isso as pessoas alegam que o amor acabou e se separam. Está escrito que o amor jamais acaba (I Coríntios 13.8) . O que acabou foi a novidade, a vontade de recomeçar, o objetivo de sacrificar a si mesmo em prol do outro.

O desejo de uma mulher solteira é casar-se com um homem de Deus, e a pergunta é: Você já se tornou uma mulher de Deus? O mesmo vale para o homem: Você já se tornou um homem de Deus?
Quem é de Deus tem dentro de si o Espírito de Deus (Romanos 8.9). Sendo assim, se você ainda não teve seu encontro com Deus esta deve ser sua prioridade.

Amigo (a) casado (a), em vez de perguntar para o solteiro se ele já conheceu alguém, ore por ele. Ore antes de apresentá-lo a alguém. Quem vê o rosto não vê o coração. Por isso tantos cristãos sofrendo dentro das igrejas. Se deixaram levar pelo engano do coração, pela ansiedade e não esperaram o tempo de Deus.

"Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando." João 15.14

O principal propósito do Senhor é a nossa salvação. Daí a importância de buscar nEle a bênção na vida amorosa. Seja amigo (a) de Deus! Ele sabe quem no círculo de amizades dEle se encaixa perfeitamente em você. Ele prepara o encontro, os dois tornam-se amigos e Deus faz brotar o amor de um pelo outro. Confie!

O amor só é lindo quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser. - Mário Quintana

 O verdadeiro amor é libertador! Cicatriza as feridas do passado, renova, aviva, é a cura de todos os males. A pessoa certa te aproxima de Deus porque ela é amiga de Deus.

"Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade." Eclesiastes 4.12

Se não há Deus na união, não há comunhão.
Medite sobre isso 😉

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Seu reinado tem sido nobre ou pobre?

Vou me vingar da maneira mais cruel que você pode imaginar: vou deixar para lá. - John Steinbeck


"E disse a Davi: Tu és mais justo do que eu, pois me devolveste o bem, e eu te devolvi o mal. Tu mostraste hoje que fizeste o bem para comigo; apesar de o SENHOR ter me entregado em tuas mãos, não me mataste. Quem, ao encontrar o inimigo, o deixaria seguir o seu caminho? O SENHOR te recompense pelo que me fizeste hoje. Agora sei que certamente reinarás, e o reino de Israel se firmará sob teu comando." I Samuel 24.17-20

Davi estava sendo perseguido por Saul, até então rei de Israel, que queria matá-lo por não aceitar que Davi havia sido ungido por Deus para reinar em seu lugar.
Saul perdeu o reinado porque desobedeceu a Deus, por isso se fez inimigo de Davi ao descobrir que este seria o novo rei de Israel. Era mais fácil tentar eliminar o outro do que assumir a si mesmo que havia fracassado quando errou em não acatar a ordem de Deus.
Transferir responsabilidades definitivamente não é uma decisão assertiva, mas Saul estava cego de ódio ao ponto de não enxergar o óbvio. Isso é o que o desejo de vingança, raiva mal direcionada, inveja, orgulho, ódio fazem com o ser humano: fazem com que ele destrua a si mesmo.

"Mas o nobre projeta coisas nobres e na sua nobreza perseverará." Isaías 32.8

Saul foi um rei com atitudes de um ignorante plebeu. Davi, mesmo antes de assumir seu reinado já reinava pela nobreza de seu caráter. Se fez um escolhido de Deus pelo que havia em seu coração. Errou, como qualquer ser humano, mas foi humilde para arcar com as consequências por seus maus atos. Se arrependeu e aprendeu. Davi reinou de forma nobre.

O amor é nobre. A gratidão é nobre. A humildade é nobre. A empatia é nobre. Pobre mesmo é quem nutre dentro de si sentimentos mesquinhos que contaminam e corroem o coração daqueles que os sustém. - by Alê Barros

Examine o que você tem espalhado.
Enquanto há vida, há esperança de mudança de atitude. Hoje nós temos a oportunidade de rever nossos conceitos, as sementes que temos plantado ao longo de nossa caminhada.
A vida é muito curta para que a gente perca tempo, desperdice energia com o que já se foi. Podemos mudar o agora. Como reagiremos daqui em diante.
O que você tem alimentado em seu coração? Quais sentimentos têm prevalecido dentro de você? Suas ações expressam isso. Será que vale a pena sustentar ideias e planos que corrompem e destroem seu ser?

Para hoje: identifique as raízes que te aprisionam e te tornam uma pessoa que você sabe que não é. Elimine-as antes que elas detonem seu reinado, sim, você é o rei de sua vida. Busque ajuda, se necessário. Mas, liberte-se! Você pode. Reine sobre si mesmo.
Proteja seu coração e sua mente. 
Liberar perdão não muda o que aconteceu, mas te torna livre, traz paz e alívio à tua alma, te torna nobre. Não carregue peso morto. O que passou, passou. 
Não perca a oportunidade de desfrutar da beleza e simplicidade do momento por estar preso a algo que não te traz vida. Quebre as correntes, solte as algemas. Seja livre! Seja humilde!

"O vosso orgulho não é bom. Não sabeis que um pouco de fermento faz com que toda a massa fique fermentada? Removei o fermento velho, para que sejais massa nova sem fermento, assim como, de fato, sois. Porque cristo, nosso cordeiro da Páscoa, já foi sacrificado. Portanto, celebremos a festa, não com fermento velho, nem com fermento da maldade e da corrupção, mas com os pães sem fermento da sinceridade e da verdade." I Coríntios 5.6-8

Ser verdadeiro consigo mesmo é o primeiro passo para a transformação.
Para alcançar o novo necessitamos desapegar do que é velho: o velho homem, a velha criatura, os velhos hábitos. Supere-se!
De que vale ao homem consquistar o mundo e perder a sua alma? O nobre vence a si mesmo porque valoriza o eterno. Reflita! 😉

Se você quer ago novo, você precisa parar de fazer o que é velho. - Peter Drucker